Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Moderados republicanos enfrentam teste crucial hoje em New Hampshire

Internacional

Chip Somodevilla/Getty Images/AFP

Moderados republicanos enfrentam teste crucial hoje em New Hampshire

Marco Rubio, Jeb Bush, Chris Christie e John Kasich disputam o apoio dos últimos indecisos no Estado e tentam se apresentar como alternativa às candidaturas de Trump e Cruz

0

Cláudia Trevisan, Enviada Especial / New Hampshire,
O Estado de S. Paulo

09 Fevereiro 2016 | 03h00

NEW HAMPSHIRE - Os moderados do Partido Republicano enfrentarão hoje um dos mais cruciais testes para definir qual deles enfrentará os insurgentes Donald Trump e Ted Cruz na disputa pela candidatura da legenda à Casa Branca. Virtualmente empatados no segundo lugar, eles tentaram até o último minuto conquistar a preferência dos eleitores de New Hampshire, que costumam definir sua posição na véspera ou no dia da votação.

O Estado é o segundo a realizar prévias para escolha dos candidatos presidenciais de ambos os partidos. Pesquisas divulgadas ontem colocavam Trump na liderança entre os republicanos. Em seguida, apareciam Cruz e três dos nomes que disputam a preferência da ala tradicional e moderada da legenda: o ex-governador da Flórida Jeb Bush, o governador de Ohio, John Kasich, e o senador Marco Rubio. 

Cruz foi o vencedor das primeiras prévias, em Iowa. Trump ficou em segundo lugar, mas com uma diferença de apenas um ponto porcentual em relação a Rubio, considerado o grande vencedor no Estado. 

Mas o senador de 44 anos, de origem cubana, teve uma performance duvidosa no debate republicano realizado sábado, no qual foi duramente atacado pelo governador Chris Christie, de New Jersey, que também disputa a preferência dos moderados, mas aparece com 6% nas pesquisas.

O grupo dos governadores se opõem aos três nomes que lideram a intenção de votos dos eleitores e os acusam de inexperiência e despreparo. Cruz e Rubio são senadores de primeiro mandato que nunca ocuparam cargos executivos, enquanto Trump nunca disputou uma eleição.

A eleição de hoje será crucial para o republicano Jeb, que tenta recuperar a preferência do eleitorado e se firmar como uma alternativa dos moderados a Trump e Cruz. Com a maior arrecadação de fundos entre os republicanos, o herdeiro da dinastia Bush viu suas chances diminuírem ao longo dos últimos meses. 

Depois de Iowa, Rubio parecia ser a alternativa dos moderados para enfrentar os insurgentes, mas essa posição foi posta em risco no sábado. No debate, Christie questionou a capacidade do senador e acusou de seguir textos decorados. Em suas respostas, Rubio acabou reforçando essa percepção, ao repetir por quatro vezes quase textualmente um ataque a Obama. 

Os democratas também deverão ver uma vitória de sua ala insurgente em New Hampshire. O senador Bernie Sanders lidera as pesquisas com vantagem em relação à ex-secretária de Estado Hillary Clinton. Em 2008, ela venceu as primárias no Estado, depois de ficar em terceiro lugar em Iowa. No fim, perdeu a nomeação para o então senador Barack Obama, que também estava em seu primeiro mandato. Em New Hampshire, Hillary enfrenta dificuldade para conquistar o voto de mulheres jovens, que declaram a intenção de escolher Sanders. 

New Hampshire é um Estado pequeno e majoritariamente branco. A ex-secretária de Estado deverá retomar a liderança da corrida quando a disputa se mover para Estados mais diversos do sul. Mas a vitória no segundo Estado a se definir deve dar impulso à candidatura de Sanders, que perdeu por uma margem de apenas 0,2 ponto porcentual em Iowa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.