1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Moldávios poderão viajar por três meses sem visto na UE

AE - Agência Estado

03 Abril 2014 | 16h 25

A União Europeia deu sua aprovação final nesta quarta-feira a uma decisão que permitirá a cidadãos da Moldávia viajar para vários países europeus por três meses sem a necessidade de visto. A mudança busca estreitar laços com um país que, como a Ucrânia, fica entre a Rússia e a Europa. Os líderes da UE temem que a Moldávia enfrentará pressão crescente da Rússia à medida que se aproxima o prazo para assinatura de um "acordo de associação" com a UE.

A mudança nos vistos, que entra em vigor no dia 28 de abril, afetará moldávios que tem passaporte biométrico e estão viajando para a zona Schengen, uma área europeia de livre trânsito que inclui quase os mesmos países que a UE. Essa alteração prevê viagens que durem no máximo três meses dentro de um período de seis meses.

A UE concordou com a mudança depois que a Moldávia iniciou reformas como a modernização de sua polícia de fronteira, o fortalecimento das leis de defesa dos direitos humanos e o aumento da cooperação com a Ucrânia em gerenciamento de fronteiras.

Cecilia Malmström, comissária da UE para assuntos internos, disse que o acordo pode dar um exemplo para outros países na região. "Isso mostra que os esforços das autoridades moldávias compensaram e que a UE está empenhada em cumprir os compromissos com países de fora do bloco que desejem trabalhar conosco", salientou Cecilia. O governo moldávio emitiu um breve comunicado saudando a iniciativa. Autoridades da UE estão se mobilizando para assinar um acordo similar com a Ucrânia.

O bloco espera assinar acordos de associação com Ucrânia, Moldávia e Geórgia em junho. Fonte: Dow Jones Newswires.