Mulher falha pela 3ª vez em prova para conduzir gôndolas

Uma mulher que tentava se tornar a primeira gondoleira de Veneza fracassou na prova prática pela terceira vez. Alexandra Hai passou bem pela prova escrita, mas sua técnica ao remo não atingiu a qualidade necessária, informa o instituto responsável pelo teste. "Sinto muito por ela", disse Franco Vianello Moro, presidente do Ente Gondola, grupo responsável pela contratação de gondoleiros. "Ela mostrou tanta paixão que merecia passar". Hai disse à agência de notícias italian Ansa que pretende desistir. "É inútil", disse. "A primeira mulher a conduzir uma gôndola será outra". O chefe do Ente Gondola negou as especulações de machismo. Havia duas mulheres na comissão julgadora, disse ele. "Ela não passou porque não fez uma boa prova, só isso", afirmou. Há 425 gondoleiros em Veneza, todos homens e italianos.

Agencia Estado,

22 Outubro 2004 | 13h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.