Nove camponeses decapitados na Colômbia

Pelo menos nove camponeses indígenas foram decapitados no final de semana por homens armados em uma zona rural ao norte da Colômbia, informaram fontes médicas da região. "Ontem (domingo) chegaram os últimos seis cadáveres", afirmou o médico Juan Nerio, do hospital San José de Tierralata, um povoado localizado a cerca de 450 quilômetros a noroeste de Bogotá. Anteriormente, segundo Nerio, já haviam sido enterrados outros três indígenas. Segundo versões de camponeses, o bando matou 11 pessoas e seqüestrou outras 20. No entanto, a polícia local informou que não tinha conhecimento dos fatos. Os paramilitares, dirigidos por Carlos Castaño, são acusados de ser responsáveis por 70% dos massacres ocorridos na região nos últimos cinco anos.

Agencia Estado,

28 Maio 2001 | 17h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.