Novozavidovo tem 1º político negro eleito da Rússia

A população da cidade de Novozavidovo, na Rússia, costumava olhar fixamente para Jean Gregoire Sagbo porque nunca havia visto um negro. Agora, enxergam nele um político honesto. No mês passado, Sagbo tornou-se o primeiro negro eleito para um cargo público na Rússia.

AE, Agência Estado

26 Julho 2010 | 07h37

Em um país onde o racismo é arraigado e frequentemente violento, a eleição de Sagbo para ser um dos dez conselheiros municipais da cidade de 10 mil habitantes é um marco. O africano, de 48 anos, nascido em Benin, é visto simplesmente como um russo que se importa com o lugar onde vive. "A pele dele é negra, mas ele é russo por dentro", diz o prefeito de Novozavidovo, Vyacheslav Arakelov.

Sagbo não é o primeiro negro na política do país. Outro imigrante africano, Joaquin Crima, de Guiné-Bissau, concorreu à chefia de um distrito no sul da Rússia em 2009, mas foi derrotado. Ele era chamado pela mídia de "Obama da Rússia". Agora, o apelido está sendo repassado para Sagbo, apesar de sua relutância. "Meu nome não é Obama. Isso é sensacionalismo", disse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
Rússia negro Barack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.