1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Número de mortos em Hiroshima em razão de inundações chega a 39

O Estado de S. Paulo

21 Agosto 2014 | 12h 35

Autoridades japonesas afirmaram que pelo menos 26 pessoas continuam desaparecidas após as fortes chuvas na cidade

Entre os 39 mortos, há três crianças, além de um dos bombeiros que participavam dos trabalhos de resgate de uma delas
Entre os 39 mortos, há três crianças, além de um dos bombeiros que participavam dos trabalhos de resgate de uma delas

TÓQUIO - As autoridades do Japão elevaram para 39 o número de mortos e 26 o número de pessoas desaparecidas em razão de inundações e deslizamentos registrados após fortes chuvas nessa semana na cidade de Hiroshima, oeste do país.

As autoridades receberam nesta quinta-feira, 21, 19 novas notificações de pessoas desaparecidas, informou a emissora estatal NHK. Entre os 39 mortos, há três crianças de 2, 3 e 11 anos, além de um dos bombeiros que participavam dos trabalhos de resgate de uma delas.

As operações de resgate, iniciadas na terça-feira, seguem intensas na região, afetada por históricas precipitações, inundações e deslizamentos de terra. Durante a madrugada de terça para quarta-feira, caíram em três horas cerca de 200 milímetros de água em Hiroshima, volume equivalente a todo mês de agosto na região.

Neste momento, 2.500 policiais, bombeiros e militares das Forças de Autodefesa (Exército) participam das operações de resgate, centradas principalmente na busca de pessoas arrastadas pelas cheias de rios e canais, deslizamentos de terra ou fluxos de lama.

As chuvas também provocaram a destruição total de 46 casas e comprometeram outras 139. Cerca de mil pessoas foram retiradas da cidade e, por enquanto, estão em abrigos provisórios. / EFE