Obama fala duro sobre Irã e anuncia próxima Apec no Havaí

Presidente diz que está se esgotando o tempo da diplomacia persuadir o Irã a renunciar a programa nuclear

EFE,

15 Novembro 2009 | 08h22

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou neste domingo, 15, que está se esgotando o tempo da diplomacia para persuadir o Irã a renunciar a seu programa nuclear.

 

Obama fez essas declarações em Cingapura, ao final de um encontro bilateral com o presidente russo, Dmitri Medvedev, após o encerramento da cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

 

Os dois reiteraram seu compromisso para conseguir um acordo de desarmamento nuclear até o fim do ano, e também analisaram o programa nuclear iraniano e a guerra no Afeganistão.

Os dois líderes expressaram sua insatisfação com os progressos nas negociações para persuadir Teerã a colocar fim a suas ambições nucleares.

 

Obama disse que "o tempo está se esgotando" para que o Irã aceite a proposta internacional e, "infelizmente, pelo menos até o momento, o Irã foi incapaz de dizer sim".

Medvedev disse que, "caso fracassemos, ficam outras opções sobre a mesa para movimentar o processo em outra direção".

 

"Nosso objetivo é claro: um programa nuclear transparente e não um que cause preocupação ao resto" da comunidade internacional.

 

As potências internacionais ofereceram ao Irã processar o urânio de que esse país precisa para uma usina nuclear com fins médicos, mas o Irã, que inicialmente se mostrou disposto a aceitar a proposta, evitou dar uma resposta definitiva e pediu mais negociações.

 

O presidente americano anunciou que a cúpula do Fórum de CooperaçãoEconômica Ásia Pacífico (Apec) de 2011, cuja organização corresponde esse ano aos Estados Unidos, será realizada no Havaí.

 

Em seu discurso na sessão plenária da cúpula do Apec que seencerrou hoje em Cingapura, Obama brincou com a tradição que diz que os líderes sejam fotografados em grupo vestidos com os trajes típicos do país anfitrião.

 

"Tenho muita vontade de ver os senhores vestidos com camisas de flores e saias de palha", disse o presidente americano, ao anunciar que a reunião de 2011 será realizada em seu estado natal do Havaí.

 

Na cúpula de Cingapura, os líderes foram fotografados com camisas cinzas e vermelhas de estilo Peranakan, típico de Cingapura.

Mais conteúdo sobre:
Obama Apec

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.