1. Usuário
Assine o Estadão
assine


ONU: refugiados da Síria sobem para 3 milhões

Estadão Conteúdo

29 Agosto 2014 | 03h 20

Metade dos refugiados são crianças, de acordo a agência de refugiados das Nações Unidas

Darrin Zammit Lupi/Reuters
Refugiados resgatados em Malta após naufrágio no Mediterrâneo. Entre eles, sírios, iranianos e iraquianos são maioria

A guerra civil na Síria fez o número de refugiados do país subir para três milhões de pessoas, segundo dados divulgados nesta sexta-feira pela Organização das Nações Unidas (ONU). Mais de um milhão de pessoas conseguiram fugir sozinhas no ano passado.

O número significa que um em cada oito sírios escapou por meio das fronteiras do país e outros 6,5 milhões foram retirados da Síria por tropas de resgate. Metade dos refugiados são crianças, de acordo a agência de refugiados da ONU.

"A crise na Síria se tornou a maior emergência humanitária da nossa era, mas o mudo está falhando na missão de cumprir as necessidades dos refugiados e dos países de hospedagem", disse António Guterres, alto comissário da ONU para Refugiados.

Em 2011, no estágio de pré-guerra, a população da Síria era de 23 milhões de habitantes. Quase metade foi obrigada a abandonar suas casas e fugir para outras localidades.

A ONU estima que 35 mil pessoas estão aguardando registro de refugiados e centenas de milhares ainda não foram cadastrados.

O Líbano é o principal país de hospedagem, com 1,14 milhões de sírios, seguido pela Turquia, com 815 mil, e a Jordânia, com 608 mil pessoas. Fonte: Associated Press.