1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

ONU retoma negociações de paz na Síria

- Atualizado: 29 Janeiro 2016 | 21h 41

Apesar de resistência inicial, oposição ao regime de Assad concorda em participar das conversações na Suíça

Pela primeira vez em mais de dois anos, uma negociação para uma solução política para a guerra na Síria foi retomada. Cercada por incertezas e ameaças, as conversas foram anunciadas nesta sexta-feira na sede da ONU em Genebra. Apesar do boicote inicial da oposição ao regime de Bashar Assad, grupos que combatem o presidente anunciaram que pretendem aderir ao processo.

Staffan de Mistura (E) lidera reunião com representantes do governo Assad em Genebra

Staffan de Mistura (E) lidera reunião com representantes do governo Assad em Genebra

Por dias, membros da oposição insistiam que não fariam parte da negociação enquanto algumas de suas exigências não fossem atendidas e as resoluções do Conselho de Segurança da ONU sobre questões humanitárias não fossem implementadas. Nos corredores das Nações Unidas, o temor era que, apesar da insistência de americanos e russos pelo processo, a iniciativa fracassasse antes mesmo de começar.

A oposição insiste que, hoje, não combate apenas o Exército de Assad e afirma que os ataques aéreos russos lançados pelo Kremlin desde setembro os teriam enfraquecido. Os grupos queriam garantias de que o bloqueio contra algumas cidades acabaria antes de o processo começar e ajuda humanitária fosse enviada. A oposição reunida na Arábia Saudita, conhecida como Alto-Comitê de Negociações, também exigia o fim dos ataques aéreos.

Sem terem suas demanda atendidas, o grupo rejeitou viajar até Genebra na data marcada pelo mediador da ONU, Staffan de Mistura. Mas o diplomata optou por dar início ao processo mesmo assim, com reuniões com o governo Assad e entidades da sociedade civil.

Negociação. Sua aposta aparentemente deu resultado. Na noite desta desta sexta-feira, uma porta-voz do grupo de oposição anunciou que os rebeldes estavam mudando de posição e viajariam para Genebra amanhã. Mas insistiu que se recusariam a se encontrar diretamente com representantes do governo. De Mistura já previa salas separadas para poder transitar entre as duas e levar recados entre os diferentes negociadores.

“Vamos testar a seriedade do outro lado”, disse a porta-voz da oposição, Farrah el-Atassi. Ela justificou a mudança de posição alegando que suas exigências haviam sido atendidas e garantias haviam sido dadas pelo secretário de Estado americano, John Kerry.

Diplomatas americanos confirmaram ao Estado que Washington fez uma forte pressão para que a oposição mudasse sua posição e, na manhã de ontem, uma reunião telefônica entre Kerry e o chanceler russ, Sergei Lavrov, também destravou o processo. “A melhor forma de discutir a implementação do que a oposição quer é justamente viajando até Genebra”, defendeu De Mistura.

Trégua. Segundo o representante da ONU, uma prioridade do processo é encontrar alguma forma para que ambos os lados concordem com um cessar-fogo imediato.

Mas a viagem da oposição não representa o fim dos problemas. Grupos curdos que controlam parte do nordeste da Síria foram excluídos da negociação depois que a Turquia vetou a participação do grupo. Segundo os mediadores, porém, eles são alguns dos poucos grupos que podem enfrentar o Estado Islâmico.

Esta é a terceira vez que a ONU lança um processo negociador em cinco anos de guerra. Na última vez, em 2014, o diálogo durou apenas dois dias e fracassou. Agora, De Mistura espera que a mediação esteja concluída em seis meses.

Desde o último fracasso em 2014, o EI ganhou força, passou a controlar um terço do território sírio e declarou um califado, que abrange também largas faixas de território no Iraque.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX