ONU vai retirar pessoal estrangeiro no Afeganistão

Cerca de 600 dos 5 mil funcionários da entidade serão deslocados para outras localidades

Efe,

05 Novembro 2009 | 06h03

A missão da ONU no Afeganistão ordenou a retirada temporária de parte de seus funcionários estrangeiros por motivos de segurança, informou nesta quinta-feira, 5, o porta-voz da entidade, Aleem Siddiqui.

 

Siddiqui explicou que a medida, que se aplicará nos próximos dias, afetará cerca de 600 empregados estrangeiros, dos que alguns serão realocados dentro do país e outros enviados a outros destinos

fora do Afeganistão. O porta-voz disse que missão das Nações Unidas no Afeganistão tem cerca de 5 mil trabalhadores, dos que 80% são afegãos.

 

A medida foi adotada depois que no último dia 28 de outubro cinco empregados do organismo internacional foram mortos e outros nove ficassem feridos em um atentado contra a casa de hóspedes em viviam em Cabul.

Mais conteúdo sobre:
Afeganistão ONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.