Oposição decide boicotar eleição no Afeganistão

Horas após o início das primeiras eleições diretas no Afeganistão neste sábado, 15 dos 18 candidatos que fazem oposição ao presidente interino Hamid Karzai decidiram boicotar os resultados, alegando fraude. Os candidatos da oposição, que se reuniram na casa do candidato Abdul Satar Sirat de Uzbek, assinaram documento, no qual afirmam não reconhecer o resultado da eleição, porque a tinta utilizada para marcar o polegar dos eleitores desparecia permitindo o ocorrência de fraude. "A eleição de hoje não é uma legítima. Deve ser suspensa e nós não reconhecemos os resultados, disse Sirat". Os responsáveis pela eleição afegã realizaram uma reunião urgente para discutir o assunto. ?As eleições vão continuar,afirmou Aykut Tavsel, da comissão eleitoral. As autoridades eleitorais afirmaram que em alguns locais de votação a tinta foi equivocadamente trocada, mas que o problema foi resolvido rapidamente.

Agencia Estado,

09 Outubro 2004 | 09h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.