Oposição diz que governo Assad matou 25 em ataques; maioria civil

Governo sírio lançou ataques aéreos neste sábado em áreas controladas por rebeldes, deixando ao menos 25 mortos

O Estado de S. Paulo

23 Abril 2016 | 11h24

BEIRUTE - O governo sírio, comandado por Bashar Al Assad, lançou ataques aéreos neste sábado em áreas controladas por rebeldes, deixando ao menos 25 mortos, afirmam grupos oposicionistas. A maioria seria civil.

O Observatório para Direitos Humanos na Síria afirma que o bombardeio de esconderijos rebeldes no Oeste de Ghouta, no subúrbio de Damasco, matou ao menos 13 pessoas, incluindo três mulheres e duas crianças.

Já a rede de notícias Aleppo reporta que ataques aéreos na mesma região, sobre uma área residencial e um mercado num distrito controlado por rebeldes, deixaram 12 mortos, com crianças entre as vítimas.

O Ministério do Interior da Síria, por sua vez, afirmou que morteiros disparados por rebeldes caíram em dois bairros da capital síria, Damasco. A agência estatal de notícias SANA afirmou que uma criança foi morta num bombardeio rebelde nos arredores de Damasco. Fonte: Associated Press

Mais conteúdo sobre:
Síria Guerra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.