Heri Juanda/AP
Heri Juanda/AP

Palestinos vestidos de Papai Noel são agredidos por forças israelenses

Grupo marchava de Belém na Cisjordânia ocupada para Jerusalém

O Estado de S.Paulo

23 Dezembro 2017 | 17h13

Um grupo de manifestantes vestidos de Papai Noel tentou marchar de Belém na Cisjordânia ocupada para Jerusalém, neste sábado, 23.

Eles protestaram contra o reconhecimento pelos Estados Unidos de Jerusalém como a capital de Israel. Assim que o grupo chegou perto da base militar, soldados israelenses começaram a jogar bombas de gás para dispersar os manifestantes.

Um palestino da Faixa de Gaza, que foi ferido no último dia 17, morreu neste sábado. Desta forma, subiu para 11 o número de mortos em protestos desde o início do mês. 

+++ Trump ignora aliados e avisa que para os EUA capital de Israel será Jerusalém

Palestinos realizam manifestações quase que diariamente e muitas vezes elas terminam em confrontos com as forças israelenses.

Centenas de pessoas ficaram feridas e dezenas foram detidas desde que a Casa Branca reconheceu Jerusalém com a capital de Israel. 

+++ Israelenses e palestinos opinam sobre a mudança da Embaixada para Jerusalém

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.