Papa fala a escoteiros e elogia ato de ?nadar contra corrente?

O papa João Paulo II cumprimentou 10 mil jovens escoteiros da Itália presentes à Praça de São Pedro neste sábado. Falande devagar, mas claramente, o Papa elogiou as pessoas que ajudam os jovens a "nadar contra a corrente" e a "derrotar a tentação do individualismo, a preguiça e a falta de compromisso". Diante do Papa, os jovens escoteiros reiteraram a promessa de permanecer fiéis à organização, inspirada nos valores da religião e da natureza. "Olho-os com confiança e simpatia", disse o Papa, que ressaltou que os escoteiros "descobrem as maravilhas da Criação" com seu interesse pela natureza e "estão sempre preparados para o bem". João Paulo II pediu aos escoteiros que adotassem o verbo "servir" ideal de vida. O Papa destacou ainda que "o futuro do mundo e da Igreja depende da paixão educativa" de organizações como as que estavam hoje no Vaticano, às quais ele pediu que não tivessem "medo de avançar com sonho, paciência e coragem pela via da educação das jovens gerações".

Agencia Estado,

23 Outubro 2004 | 09h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.