Andrew Caballero-Reynolds/AFP
Andrew Caballero-Reynolds/AFP

Papa vai receber comunidade judaica e celebrar convivência entre judeus e católicos

Em audiência privada na Residência Santa Marta, pontífice encontrará representantes do Congresso Judaico Mundial 

O Estado de S. Paulo

27 Outubro 2015 | 10h11

O papa Francisco receberá nesta quarta-feira representantes da comunidade judaica mundial em uma audiência privada na Residência Santa Marta. Entre os presentes estarão o presidente do Congresso Judaico Mundial, Ronald Lauder, e o presidente do Congresso Judaico Latino-Americano, Jack Terpins.

O encontro será realizado em comemoração aos 50 anos da declaração Nostra Aetate, que aproximou judeus e católicos após 2 mil anos. "Em um mundo que vemos devastado por atos terroristas, ações hediondas, justificadas em nome do Todo Poderoso para cada religião, notamos o quão importante é manter e estreitar o diálogo com pessoas de bem como o Papa Francisco", afirmou Terpins, ao falar sobre o encontro.

O diretor executivo do Congresso Judaico Latino-Americano, Claudio Epelman, disse que a comunidade judaica nutre um apreço muito forte pelo atual papa. "Quando Cardeal, ainda na Argentina, víamos a preocupação do papa com os menos favorecidos e com a humanidade em geral. As ações em conjunto que desenvolvemos só reforçaram nossa admiração pelo pontífice e demonstraram que teríamos um canal aberto de diálogo."

Também estarão na audiência o presidente do board e a tesoureira do Congresso Judaico Mundial, Barão David Rothschild e Chella Safra, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.