Paquistão fez a escolha certa, diz Blair

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, afirmou que a decisão do Paquistão de apoiar o combate ao terrorismo levará o país a reforçar suas relações com o resto do mundo. A declaração foi realizada após encontro de mais de uma hora com o presidente do Paquistão, General Pervez Musharraf. A previsão era de que a reunião durasse bem menos, cerca de 30 minutos. "Acredito que o Paquistão fez a escolha certa", disse Blair. "O resultado será um significante e duradouro fortalecimento das relações do Paquistão com o resto do mundo", afirmou. Blair voltou a afirmar também que os ataques aos EUA foram um crime contra a humanidade. O embaixador do Taleban no Paquistão, Abdul Salam Zaeef, disse que Blair foi à região para "encorajar a guerra" e que as lideranças do Afeganistão não têm o que dizer a ele. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

05 Outubro 2001 | 13h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.