Paquistão manda prender Benazir Bhutto

Um tribunal anticorrupção emitiu uma ordem de prisão à ex-primeira-ministra do Paquistão Benazir Bhutto depois de esta não ter cumprido uma ordem de comparecer perante um tribunal, informou hoje a imprensa local. Bhutto, que atualmente está exilada nos Emirados Árabes Unidos e na Grã-Bretanha, será presa quando retornar ao seu país, informou o jornal The Dawn, publicado em inglês. Um juiz anticorrupção, Rustam Ali Malik, emitiu ontem a ordem de detenção, depois de Bhutto não ter comparecido perante um tribunal apesar de ter sido comunicada em diversas oportunidades. Bhutto é acusada de corrupção durante seu governo, de ter acumulado propriedades e de guardar dinheiro em contas bancárias no exterior.

Agencia Estado,

12 Maio 2001 | 16h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.