Para líder francês da direita, Islã é ameaça número 1

Bruno Mégret, o ex-braço direito do líder da Frente Nacional, Jean-Marie Le Pen, de quem se desligou para se inclinar ainda mais à direita que a própria extrema direita francesa, afirmou o "Islã é a ameaça número um, e que a guerra entre civilizações continua". Diante de cerca de 300 seguidores reunidos na cidade de Poitiers (sudoeste da França), Mégret disse que o 11 de setembro "desencadeou uma nova guerra entre civilizações", que a sociedade francesa "está infiltrada por uma quinta coluna muçulmana" e que é hora de acabar com os imigrantes. "É hora de as pessoas entenderem que o perigo vem tanto de Cabul como de Maines-la-Jolie (uma localidade próxima a Paris), que nossos bairros periféricos, as pequenas cidades satélites se converteram em barris de pólvora como os da Palestina", disse Mégret, que fundou o Movimento Nacional Republicano depois de deixar a Frente Nacional.

Agencia Estado,

01 Outubro 2001 | 17h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.