Partidários do Taleban começam a desertar

Partidários do Taleban estão desertando à medida que a ofensiva anglo-americana inflige pesados danos ao país, declarou hoje o secretário da Defesa britânico, Geoff Hoon. "As informações que temos indicam que os alvos "cuidadosamente acertados" pelas forças dos EUA e da Grã-Bretanha estão causando prejuízos cada vez maiores às instalações do terrorista Osama bin Laden e aos talebans", afirmou, ressalvando que isso não significa que o colapso do regime está próximo. A opositora Aliança do Norte está avançando na região norte, onde o Taleban tem pouca penetração. Hoje, as forças leais ao chefe guerreiro Ismail Khan disseram ter capturado a cidade de Chaghcharan, na Província de Ghowr, atacado uma estrada vital de ligação entre Herat e áreas sob seu controle e Cabul. Analistas militares avaliam que a conquista de Chaghcharan seria um fato que poderia determinar a mudança de curso em favor da aliança. "Islamil Khan vai agora em direção a Herat, disse o especialista em Afeganistão Ahmed Rashid. Centenas de voluntários do Movimento Islâmico do Usbequistão, da Chechênia e do Paquistão que engrossam as fileiras talebans teriam sido encurralados numa região montanhosa do norte. Leia o especial

Agencia Estado,

11 Outubro 2001 | 19h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.