Partido deixa coalizão por causa de base

JAPÃO

, O Estado de S.Paulo

31 Maio 2010 | 00h00

O Partido Social Democrata decidiu ontem abandonar a coalizão tripartite do premiê japonês, Yukio Hatoyama, em resposta ao acordo entre Tóquio e Washington de manter a base militar de Okinawa. A decisão foi anunciada dois dias após Hatoyama demitir a ministra do Consumo, Mizuho Fukushima, líder do minoritário Partido Social Democrata, por sua oposição ao pacto firmado sexta-feira com os EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.