Peronistas querem a liberação de US$ 1 bilhão

Os governadores peronistas da Argentina querem que o governo federal libere o pagamento de cerca de US$ 1 bilhão de fundos que deve às províncias, informou a agência de notícias argentina. Os governadores irão reunir-se com o ministro da Economia, Domingo Cavallo, nesta quarta-feira por volta das 18h para discutir os fundos que eles afirmam ser necessários para os programas sociais. Quatorze das 23 províncias argentinas são lideradas pelos peronistas (da oposição), incluindo as três maiores do país: Buenos Aires, Cordoba e Santa Fé. As províncias argentinas estão enfrentando tensões crescentes, como o protesto de desempregados que bloqueou as principais rodovias que cortam o interior do país. Os políticos estão extremamente sensíveis às questões sociais por causa das eleições parlamentares marcadas para outubro. A Argentina está há três anos em recessão, e a taxa de desemprego está ao redor de 15%.

Agencia Estado,

22 Maio 2001 | 22h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.