Pesquisa lista Brasil entre países mais liberais

O país mais restrito do mundo parece ser o Paquistão, e o mais liberal no continente americano seria o Brasil, seguido da Venezuela. O México é um pouco mais restrito que liberal. Essas são algumas das conclusões de um estudo realizado com quase 7 mil pessoas em 33 países para determinar o nível de rigidez ou flexibilidade nas suas sociedades.

AE, Agência Estado

26 Maio 2011 | 20h57

A venda de maconha é tolerada na Holanda, mas é motivo para aplicação da pena de morte na Malásia. Mascar chicletes é muito popular nos Estados Unidos, mas é regulado estritamente em Cingapura. Seguir o que pensa a sociedade é algo positivo na Coreia do Sul, mas não é tanto no Brasil.

Apesar de ser evidente que os valores sociais e públicos diferem bastante entre os países, uma equipe internacional de pesquisadores estudou que culturas são mais ou menos restritivas e identificou algumas razões. "Há um grande potencial de conflito cultural entre os dois (tipos de culturas)", afirmou a socióloga Michele Gelfand, da Universidade de Maryland (EUA), líder do estudo. Quanto mais as diferenças são compreendidas, mais saberemos o que esperar, afirmou. "Nos ajuda a sermos menos críticos", acrescentou.

Entender o que os pesquisadores qualificaram como culturas "restritas e flexíveis" é primordial em um mundo de interdependência global, escreveram os autores. "Do ponto de vista de qualquer um dos dois tipos (...) o outro sistema poderia parecer disfuncional, injusto e imoral em seus fundamentos e tais pressupostos tão divergentes poderiam provocar conflitos culturais".

Pergunta

Os pesquisadores perguntaram sobre a rigidez das normais sociais, do comportamento que as pessoas entendiam como esperado e como reagem quando alguém se comporta de maneira inadequada. Eles definiram como países restritos aqueles cujas práticas cotidianas limitam qual é o comportamento permitido e os flexíveis como aqueles que estimulam a existência de vários comportamentos permitidos.

Ameaças de segurança, desastres naturais frequentes e uma elevada densidade populacional tendem a ser fatores que influenciam os países com culturas que restringem mais seus cidadãos, informam os pesquisadores na edição de hoje na revista Science.

O Paquistão, com elevada densidade populacional e histórico de conflitos, foi considerado o país mais "restrito" da lista, que não incluiu todos os países do mundo. Em seguida, vieram Malásia, Índia, Cingapura e Coreia do Sul. No outro extremo da escala está a Ucrânia, embora todas entrevistas tenham sido realizadas em Odessa, uma das cidades mais cosmopolitas do país. Depois vieram Estônia, Hungria, Israel, Holanda e Brasil. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Brasil pesquisa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.