1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Polícia belga invade casas em Bruxelas e prende 10 suspeitos de ligação com o EI

- Atualizado: 16 Fevereiro 2016 | 09h 59

Pessoas seriam suspeitas de operarem uma rede de recrutamento para os jihadistas; policiais apreenderam equipamentos de informática e telefones celulares

BRUXELAS - A polícia belga invadiu casas em Bruxelas nesta terça-feira, 16, e prendeu 10 pessoas suspeitas de operarem uma rede de recrutamento para o grupo militante Estado Islâmico (EI).

"Nossa investigação aponta para várias pessoas que foram para a Síria se juntar ao EI", disseram os procuradores federais belgas em comunicado.

As batidas realizadas nesta terça-feira não têm ligação com os ataques ocorridos em Paris em novembro

As batidas realizadas nesta terça-feira não têm ligação com os ataques ocorridos em Paris em novembro

Nove batidas policiais foram feitas em quatro subúrbios, incluindo Molenbeek, vizinhança que tem concentrado muitos extremistas.

Segundo a procuradoria, policiais apreenderam equipamentos de informática e telefones celulares.

Um juiz decidirá ainda nesta terça-feira se os suspeitos serão acusados. formalmente. As batidas realizadas hoje não têm ligação com os ataques ocorridos em Paris em novembro.

A Bélgica tem um dos maiores índices per capta de participação de cidadãos em grupos militantes como o Estado Islâmico na Síria e no Iraque. /REUTERS e ASSOCIATED PRESS

As batidas realizadas nesta terça-feira não têm ligação com os ataques ocorridos em Paris em novembro

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX