Polícia esvazia ônibus após denúncia de bomba nos EUA

A polícia dos Estados Unidos esvaziou um ônibus, hoje, após um passageiro relatar ter visto um artefato explosivo lá dentro. A chamada de emergência ocorreu após a chegada do ônibus a Portsmouth, por volta das 11h30 (horário local, 12h30 em Brasília) e foi "baseada na observação de alguém", disse o capitão de polícia Mike Schwartz. Ele disse não saber se algum tipo de ameaça foi feita ao veículo.

AE-AP, Agência Estado

06 Maio 2010 | 17h14

A polícia cercou ruas próximas e retirou os passageiros do ônibus, mas uma pessoa foi mantida no interior do veículo para ser interrogada. Não estava claro, durante a ação, o motivo pelo qual os passageiros permaneceram a bordo do veículo por mais de duas horas antes de começarem a sair. As pessoas que estavam no interior deixaram o ônibus uma a uma, com intervalo de alguns minutos, e não carregavam carteiras ou bolsas. A maioria manteve as mãos erguidas quando passaram por oficiais com suas armas levantadas.

O motorista desceu do ônibus depois de estacioná-lo ao lado de uma rua e também estava sendo interrogado, disse a polícia. Os passageiros foram revistados individualmente quando deixaram o ônibus - como numa verificação de segurança em aeroportos - e foram levados para a delegacia de polícia de Portsmouth. Ninguém parecida estar ferido.

O ônibus estava parado com as luzes acesas, entre um estacionamento municipal e um hotel. O ônibus havia partido de Bangor, no Estado de Maine, e fez uma parada em Portland antes de chegar a Portsmouth, para uma parada programada. Ele deveria continuar até Boston e então seguir para seu destino final, Nova York.

Mais conteúdo sobre:
EUA ônibus bomba denúncia terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.