AFP PHOTO / THOMAS SAMSON
AFP PHOTO / THOMAS SAMSON

Polícia francesa retira manifestantes que estavam acampados na Praça da República

Franceses ocupavam o local há 11 noites em protesto que começou em razão de uma reforma trabalhista preparada pelo governo do presidente François Hollande

O Estado de S. Paulo

11 Abril 2016 | 09h51

PARIS - Os franceses que há 11 noites ocupavam a Praça da República, em Paris, foram retirados nesta segunda-feira, 11, no começo da manhã de forma pacífica pela polícia, segundo fontes oficiais.

Os agentes pediram aos manifestantes que ainda se mantinham na Praça, representantes do movimento batizado como "Nuit debout" (noite em claro), que deixassem o local, após o fim da permissão de ocupação que a Prefeitura lhes tinha dado.

Os serviços de limpeza da Prefeitura de Paris começaram a desmontar as barracas dos manifestantes, embora ainda não se saiba se estes serão autorizados a voltar esta noite.

A noite passada foi uma das mais movimentadas na Praça, na qual milhares de pessoas participaram das assembleias gerais convocadas pelos organizadores para debater os mais diversos assuntos.

O movimento começou no dia 31, quando os participantes de uma grande manifestação contra a reforma trabalhista que o governo do presidente François Hollande está preparando foram convocados para passar a noite na Praça da República.

Desde então, o movimento evoluiu e suas reivindicações não se resumem à oposição a esse texto, a última grande reforma do mandato de Hollande.

Além disso, a "Nuit debout" se estendeu para outras cidades do país e cerca de 200 organizaram manifestações inspiradas no movimento parisiense. /EFE

Mais conteúdo sobre:
França Praça da República protesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.