1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Policiais encontram em Bruxelas computador com mensagens ligadas ao Estado Islâmico

- Atualizado: 23 Março 2016 | 08h 46

Equipamento foi entregue às unidades antiterroristas da Polícia Judiciária Federal de Bruxelas após ser submetido à análise da brigada canina, segundo imprensa local

BRUXELAS - As forças de segurança belgas encontraram em Bruxelas um computador que contém mensagens ligadas ao Estado Islâmico, afirmou nesta quarta-feira, 23, o jornal belga Livre Belgique.

A polícia local de Bruxelas entregou o equipamento às unidades antiterroristas da Polícia Judiciária Federal de Bruxelas após submetê-lo à análise da brigada canina, acrescentou o jornal.

Explosões fecham aeroporto e metrô de Bruxelas
AFP PHOTO / JOHN THYS
Explosões fecham aeroporto e metrô de Bruxelas

Polícia belga estava em alerta para possíveis represálias por conta da prisão de um dos principais suspeitos de ter comandado os atentados em Paris em 2015. Leia mais

Ainda não se conhece o conteúdo exato do computador, mas o jornal afirmou que são "mensagens importantes ligadas à organização terrorista Estado Islâmico".

Sobre os atentados em Bruxelas, um no aeroporto internacional de Zaventem e outro na estação de metrô de Maelbeek, ainda não foi confirmado se o segundo ataque foi feito por um suicida ou com uma bomba.

Khalid e Brahim El Bakraui, nascidos em Bruxelas e que já tinham antecedentes criminais, foram identificados como os suicidas de Zaventem, informou nesta quarta-feira a rede de televisão pública RTBF.

A Polícia Federal divulgou na noite de terça-feira duas fotografias dos dois suspeitos, além de um terceiro, Najim Laachraoui, que foi detido nesta manhã. A procuradoria federal abriu uma investigação sobre o atentado.

O DNA de Laachraoui foi encontrado nas casas usadas pelos agressores de Paris em 2015, disseram procuradores na terça-feira, acrescentando que ele viajou à Hungria em setembro com Salah Abdeslam, principal suspeito dos ataques de Paris. /EFE e REUTERS

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX