Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Internacional

Internacional » Pré-candidato republicano Marco Rubio é líder em doações de Wall Street

Internacional

NICHOLAS KAMM/AFP

Internacional

EUA

Pré-candidato republicano Marco Rubio é líder em doações de Wall Street

Doações de Wall Street podem tanto ajudar quanto atrapalhar um pré-candidato, especialmente junto aos eleitores que culpam os banqueiros pela crise financeira de 2008 e pela depressão que se seguiu

0

O Estado de S. Paulo

22 Fevereiro 2016 | 17h24

WASHINGTON/NOVA YORK - A campanha do pré-candidato presidencial republicano Marco Rubio arrecadou mais doações de Wall Street do que a de qualquer outro candidato, de acordo com uma análise das finanças das campanhas feita pela agência Reuters, o que fortalece sua posição como uma alternativa pró-mercado ao atual líder nas pesquisas, Donald Trump.

O senador do Estado americano da Flórida recebeu mais de US$ 4 milhões de funcionários de bancos e firmas de investimento, como Bank of America Corp BAC.N, Deutsche Bank DBKGn.DE e Goldman Sachs Group Inc GS.N, desde que se lançou na corrida à Casa Branca no ano passado, segundo a análise de doações individuais de valores acima de US$ 200.

Jeb Bush, ex-governador da Flórida que desistiu da disputa no sábado em função dos resultados ruins nas primárias republicanas de Iowa, New Hampshire e Carolina do Sul, foi o segundo em doações oriundas de Wall Street, acumulando US$ 2,45 milhões em contribuições, e a pré-candidata presidencial democrata Hillary Clinton ficou em terceiro lugar com US$ 723, 361 mil, de acordo com a análise.

Os montantes incluem contribuições aos respectivos Super PACs – grupos de arrecadação sem relação com os pré-candidatos, mas que gastam em seu nome – de cada campanha.

Mais dinheiro pode estar a caminho para Rubio à medida que o número de postulantes à indicação do partido diminui. Poucos minutos depois de Jeb abandonar a corrida, por exemplo, alguns de seus doadores disseram à Reuters que se preparam para canalizar seu apoio financeiro para Rubio.

No entanto, as doações de Wall Street podem tanto ajudar quanto atrapalhar um pré-candidato, especialmente junto aos eleitores que culpam os banqueiros pela crise financeira de 2008 e pela depressão que se seguiu.

O senador Ted Cruz, do Texas, que saiu vitorioso da prévia de Iowa, mas ficou um pouco atrás de Rubio no Carolina do Sul, onde esperava ficar com o segundo lugar e viu Trump vencer, só arrecadou US$ 85 mil dos empregados de Wall Street, segundo o levantamento da Reuters. / REUTERS 

Comentários