1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Premiê da Austrália defende jornalista detido no Egito

AE - Agência Estado

22 Junho 2014 | 22h 09

O primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, declarou ter dito ao presidente egípcio que o jornalista australiano é inocente das acusações de apoiar a Irmandade Muçulmana.

Peter Greste é um dos três jornalistas da Al-Jazeera que irão a julgamento nesta segunda-feira, em Cairo. Eles foram presos em dezembro como parte de uma ampla investigação aos apoiadores do Irmandade Muçulmana, que defendia o ex-presidente Mohammed Morsi, deposto pelo Exército no ano passado.

Abbott, um ex-jornalista, disse ter falado sobre Greste em uma conversa com o recém-eleito líder egípcio, Abdel Fatah al-Sisi, durante o fim de semana. No entanto, o primeiro-ministro afirmou que o destino de Greste permanece nas mãos do tribunal. Fonte: Associated Press.