1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Presidente da Itália aceita renúncia de premiê

Agência Estado

14 Fevereiro 2014 | 11h 38

O presidente da Itália, Giorgio Napolitano, aceitou o pedido de renúncia do primeiro-ministro Enrico Letta, abrindo caminho para Matteo Renzi tentar reunir apoio político para formar um novo governo. Letta anunciou ontem que renunciaria ao cargo nesta sexta-feira.

A decisão de Letta foi tomada depois de uma revolta dentro de seu partido, o Democrata, e de semanas de duras críticas feitas por Renzi - prefeito de Florença e novo líder do partido esquerdista.

Em um comunicado informando que aceitou a renúncia, Napolitano disse que iniciará as consultas com os partidos políticos italianos hoje à tarde e que pretende concluí-las amanhã. Depois disso, o presidente deverá pedir que Renzi tente formar um novo governo.

Como o Partido Democrático é o maior da Itália e Renzi possui amplo apoio popular, provavelmente será o escolhido e assumirá o cargo no fim deste mês, ou mesmo antes.

"O presidente realizará consultas o mais rapidamente possível, com o objetivo de solucionar a crise política, que é o mais importante tendo em vista o delicado período econômico que o país vive e é necessário para seguirmos adiante com a urgente questão de uma nova legislação eleitoral e uma reforma institucional", afirma o comunicado de Napolitano. Fonte: Dow Jones Newswires.