AFP PHOTO / POOL / PHILIPPE WOJAZER
AFP PHOTO / POOL / PHILIPPE WOJAZER

Líder do Azerbaijão nomeia sua própria mulher como vice-presidente do país

Emenda constitucional aprovada em setembro capacita o chefe de Estado a designar livremente um vice-presidente

O Estado de S.Paulo

21 Fevereiro 2017 | 11h52

BAKU - O presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev, nomeou nesta terça-feira, 21, sua mulher, Mehriban Aliyeva, de 52 anos, como primeira vice-presidente do país. O decreto presidencial foi publicado no site oficial do chefe de Estado.

A primeira-dama e agora número dois na hierarquia do Estado do Azerbaijão, é médica e ocupa uma cadeira no Parlamento desde 2005.

A nomeação foi feita de acordo com as emendas constitucionais aprovadas em setembro que capacitam o chefe de Estado a designar livremente um primeiro vice-presidente e um vice-presidente.

Antes das alterações à Constituição, em caso de morte do chefe de Estado ou de sua incapacidade para exercer o cargo, a presidência interina ficava sob responsabilidade do primeiro-ministro.

As mudanças na Constituição incluíram a ampliação do mandato presidencial de cinco para sete anos e acrescentaram às prerrogativas do chefe do Estado a convocação, por iniciativa própria, de eleições presidenciais antecipadas. Além disso, foi eliminada a idade mínima para os candidatos à presidência, que era de 35 anos.

"As emendas constitucionais buscam referendar o autoritarismo e o poder ilimitado de uma família", disse o líder da Frente Popular do Azerbaijão, Ali Kirimli.

De acordo com ele, a eliminação da idade mínima para aspirar à presidência procura favorecer ao filho de Aliyev, Gueidar, de 19 anos. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Presidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.