Pablo Forciuncula/AFP
Pablo Forciuncula/AFP

Presidente do Uruguai ajuda a salvar jovem em voo para Paris

Resgate ocorreu na segunda-feira durante a viagem de Tabaré, que é oncologista, e de sua comitiva para a França, onde está para uma visita oficial; francesa sofreu reação alérgica

O Estado de S. Paulo

29 Outubro 2015 | 17h46

PARIS - O presidente uruguaio Tabaré Vázquez, médico, ajudou a salvar a vida de uma jovem francesa em um voo para Paris na segunda-feira. A jovem se asfixiou após ingerir um alimento ao qual é alérgica. 

"A garganta da jovem se fechou e ela estava se asfixiando. Pediram um médico entre os presentes e o presidente e seu médico pessoal a ajudaram. No princípio, pensaram que era algo passageiro, mas quando viram que ela não reagia, decidiram aplicar uma injeção intravenosa. Se não tivessem agido, tudo poderia ter terminado de uma maneira muito mais grave", relatou à agência Associated Press o porta-voz da presidência uruguaia, José Luis Veiga. 

O resgate ocorreu na segunda-feira durante a viagem de Tabaré, que é oncologista, e de sua comitiva para a França, onde está para uma visita oficial. A notícia foi divulgada hoje pelo semanário Búsqueda que afirmou que a jovem tem 17 anos e é uma jogadora de hockey que regressava a seu país após competir em um torneio em Buenos Aires (Argentina). Sem perceber, a jovem havia ingerido uma comida que continha amendoim, alimento ao qual é alérgia. 

Tabaré, de 75 anos, é um dos mais importantes especialistas em oncologia no Uruguai. Durante seu primeiro mandado como presidente (2000-2005) não deixou de exercer a medicina. Agora, em seu segundo mantado, ele não tem atuado como médico desde 1º de março. / AP 

Mais conteúdo sobre:
Uruguai Tabaré Vázquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.