Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

Presidente paraguaio demite ministro e comandante da polícia após morte

Líder de grupo que queimou o Congresso foi morto com oito tiros em uma operação policial durante a manifestação

O Estado de S.Paulo

02 Abril 2017 | 05h07

ASSUNÇÃO - O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, demitiu neste sábado, 1, o ministro do Interior, Tadeo Rojas, e o comandante da Polícia Nacional, Críspulo Sotelo, um dia depois dos protestos contra a reeleição presidencial em que um jovem de 25 anos morreu e parte do edifício do Congresso foi incendiado.

O novo ministro do Interior, com caráter interino, é Lorenzo Lezcano, que até agora era vice-ministro de Segurança Interna. Também de forma interina, Luis Carlos Rojas vai substituir o comandante Sotelo, segundo anunciou Juan Carlos López Moreira, chefe de gabinete da presidência, em uma coletiva de imprensa. /EFE

Mais conteúdo sobre:
ASSUNÇÃO Horacio Cartes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.