Protesto antiamericano na Indonésia reúne 6 mil pessoas

Cerca de 6 mil pessoas realizaram hoje um protesto em frente às embaixadas norte-americana e britânica em Jacarta, na Indonésia, o país de maior população muçulmana no mundo. Os manifestantes querem o fim dos ataques militares ao Afeganistão. Frases contra os EUA e a Grã-Bretanha podiam ser lidas em cartazes carregados pela população. As embaixadas tiveram segurança reforçada. Também na cidade de Jolo, em Java Central, houve manifestações contra os ataques. Os conselheiros religiosos da Indonésia condenaram os ataques. O governo do país não fez nenhuma referência direta aos ataques ao Afeganistão, mas a presidenta Megawati Sukarnoputri tem se negado a revisar as relações diplomáticas com os EUA, agindo de acordo com o pedido dos manifestantes. A Indonésia, com 210 milhões de habitantes, tem registrados anti-americanos quase diários desde o início dos bombardeiros, em 7 de outubro. Leia o especial

Agencia Estado,

19 Outubro 2001 | 09h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.