1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Protestos pelo mundo marcam o Dia Internacional da Mulher

O Estado de S. Paulo

08 Março 2014 | 11h 13

Data é lembrada em diversos países para comemorar as conquistas e reivindicar direitos

O Dia Internacional da Mulher foi lembrado em vários países neste sábado (8). Protestos e manifestações pela igualdade de direitos entre homens e mulheres marcaram a data.

No Brasil, dezenas de mulheres se encontraram na Avenida Paulista, em São Paulo, para protestar contra o machismo, a homofobia e a exploração da mulher. Apesar da chuva, elas se uniram com cartazes e camisetas para pedir pela igualdade de direitos.

Pela manhã, houve manifestações também em outras cidades do País, como em Curitiba e em Brasília. Outros protestos estão programados para ocorrer nas principais capitais brasileiras ao longo do dia.

Na França, uma muçulmana tirou a burca e ficou nua em frente ao Museu do Louvre para protestar contra os abusos sofridos pelas mulheres em países de religião islâmica. Nas Filipinas, um grupo de mulheres entrou em confronto com polícia durante um protesto pelo fim da violência contra mulheres e crianças no país.

A dia comemorativo também levou centenas de indianas às ruas de Nova Deli na tarde de sexta-feira. Elas protestavam contra o aumento da violência contra mulheres no país, e relembraram os recentes casos de estupros coletivos noticiados ao redor do mundo. Na Índia, uma mulher é estuprada a cada 21 minutos segundo os dados do Escritório Nacional de Registros de Crimes indiano.

Na Rússia, um movimento chamado "Mulheres contra a guerra" saiu às ruas de Moscou para pedir o fim do impasse entre a Rússia e a Ucrânia pelo controle da Crimeia.

O tema das Nações Unidas para o Dia Internacional da Mulher de 2014 é "Igualdade para as mulheres e progresso para todos".