1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Putin e Merkel discutem possíveis medidas para cessar-fogo na Ucrânia

O Estado de S. Paulo

22 Agosto 2014 | 14h 17

Em conversa por telefone, presidente russo disse à chanceler alemã que comboio humanitário não podia esperar autorização de Kiev

MOSCOU - O presidente russo, Vladimir Putin, e a chanceler alemã, Angela Merkel, discutiram por telefone nesta sexta-feira, 22, possíveis medidas em conjunto para se alcançar um cessar-fogo na Ucrânia, disse o Kremlin na véspera de uma visita de Merkel a Kiev.

Segundo o Kremlin, os dois líderes "discutiram certas medidas que Rússia e Alemanha podem tomar para contribuir com um rápido desfecho para o conflito e o estabelecimento de um diálogo interno na Ucrânia".

Putin também disse a Merkel que Moscou decidiu enviar o comboio de ajuda humanitária à Ucrânia porque não poderia mais esperar Kiev conceder uma permissão.

Mais cedo, o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, condenou a entrada do comboio humanitário russo sem consentimento das autoridades ucranianas e sem supervisão da Cruz Vermelha. "É uma violação flagrante dos compromissos internacionais da Rússia, incluindo os realizados recentemente em Berlim e Genebra, e uma nova violação da soberania da Ucrânia por parte da Rússia."

Rasmussen advertiu que ao invés de diminuir as tensões, Moscou está contribuindo para aumentá-las. "Peço encarecidamente à Rússia que não realize mais ações provocativas, detenha a desestabilização da Ucrânia e tome medidas genuínas para resolver esta perigosa situação."

O Kremlin afirmou que na conversa com Merkel, Putin também expressou preocupação com a escalada da violência no leste ucraniano. / EFE e REUTERS