Putin: Economia russa vai se contrair até 8,5% este ano

O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, afirmou neste sábado que a economia da Rússia terá contração entre 8,0% e 8,5% em 2009, observando que o desempenho será muito pior que o de diversos outros países. Putin também apoiou fortemente o pedido do presidente, Dmitry Medvedev, por uma grande modernização da economia.

AE, Agencia Estado

21 Novembro 2009 | 10h27

"Tenho certeza de que esse pedido reflete o sentimento de toda a sociedade russa", disse Putin em discurso no congresso anual do partido governista Rússia Unida, em São Petersburgo.

Durante pronunciamento em 12 de novembro, Medvedev fez seu pedido mais forte para a Rússia acabar com a dependência nas exportações de petróleo e modernizar a economia, em discurso visto por alguns analistas como um desafio a Putin. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Rússia Putin economia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.