1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Putin pede extensão de cessar-fogo na Ucrânia

AE - Agência Estado

30 Junho 2014 | 13h 25

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu nesta a extensão do cessar-fogo entre forças do governo da Ucrânia e separatistas pró-Rússia, que irá expirar às 10h da noite de hoje (horário local).

Em uma conversa telefônica com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente francês, François Hollande, Putin "enfatizou a importância da extensão do cessar-fogo", informou o Kremlin em um comunicado.

Os líderes concordaram que uma terceira rodada de negociações entre Kiev e representantes dos militantes, que controlam trechos de território no leste da Ucrânia, deve ocorrer em breve, relatou o Kremlin.

Putin também pediu que a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) desempenhe um papel na verificação do cessar-fogo.

O governo russo informou ainda que os ministros das Relações Exteriores dos quatro países vão trabalhar sobre os temas discutidos na ligação.

Autoridades da Ucrânia e das potências ocidentais se queixam de que Moscou não está fazendo o suficiente para interromper o fluxo de armas e combatentes por meio da fronteira com o leste da Ucrânia.

Poroshenko já ampliou o cessar-fogo na sexta-feira, mas ativistas e combatentes pró-Kiev estão ficando impacientes com as negociações, alegando que a Rússia está usando da pausa no combate para reforçar os rebeldes. Moscou nega ligação com os militantes. Fonte: Dow Jones Newswires.