Quatro morrem na 2ª onda de ataques ao Afeganistão

A segunda onda de ataques ao Afeganistão, realizados na noite de segunda-feira (na tarde de segunda, horário local), provocaram a morte de quatro pessoas, disseram médicos do hospital Wazir Akbar Khan. Durante o ataque, um avião soltou três bombas na capital afegã. Os médicos disseram, sob condição de anonimato, que um quinto homem foi ferido, mas já recebeu tratamento e foi liberado ainda na noite de segunda-feira. Em entrevista por telefone, Abdul Hai Muttmain, um porta-voz do Taleban, disse que os ataques foram menos intensos que os primeiros, lançados no domingo pela coalizão anglo-americana. Ele disse ainda que o líder do Taleban, mulá Mohammed Omar e o terrorista saudita Osama bin Laden continuam vivos. Leia o especial

Agencia Estado,

09 Outubro 2001 | 00h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.