1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Queda de avião no Nepal deixa 2 mortos e 9 feridos

- Atualizado: 26 Fevereiro 2016 | 18h 00

No segundo acidente aéreo ocorrido no país nesta semana, piloto e copiloto de aeronave acidentada por 'problema técnico' morreram no distrito de Kalikot

KATMANDU - Pelo menos dois ocupantes de um avião morreram e outros nove ficaram feridos na queda nesta sexta-feira no Himalaia da aeronave na qual viajavam, no segundo acidente aéreo no Nepal esta semana, informaram fontes oficiais.

Os dois mortos são o piloto, Dinesh Neupane, e o copiloto, Santosh Rana, afirmou o chefe de Polícia do distrito de Kalikot, Kishan Singh Budal, onde o aparelho no qual viajavam os dois tripulantes e nove passageiros caiu, no noroeste do país.

Destroços de avião acidentado no Nepal; piloto e copiloto morreram

Destroços de avião acidentado no Nepal; piloto e copiloto morreram

Os feridos e os corpos dos mortos estão sendo levados de helicóptero para a cidade de Nepalgunj, de cujo aeroporto o aparelho acidentado tinha decolado por volta das 12h15 (horário local, 3h30 em Brasília) antes de cair em Chilkhaya.

Um porta-voz da Polícia nepalesa, Madhav Raj Joshi, explicou que o avião ia para a cidade de Jumla, mas teve que se desviar de seu destino para Chilkhaya devido a um "problema técnico".

O professor de um colégio da região onde aconteceu o acidente, Kul Bahadur Khatri, confirmou que alguns aldeões retiraram os corpos da aeronave, que ficou parcialmente queimado. Segundo Khatri, o lugar onde o avião caiu é uma área plana entre duas colinas, onde há um pequeno assentamento de casas.

Este é o segundo acidente aéreo de importância esta semana no Nepal. Na quarta-feira um bimotor com 20 passageiros e três membros da tripulação caiu no Himalaia nepalês, matando todas as pessoas a bordo, entre elas duas crianças e um turista chinês e outro kuwaitiano.

Na última década houve pelo menos sete acidentes com aviões de pequeno porte no Nepal, deixando 125 mortos, muitos deles turistas que visitavam o país montanhoso encravado na cordilheira do Himalaia. / EFE

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em InternacionalX