Assine o Estadão
assine

Internacional

Raúl Castro

Raúl Castro é recebido com honras em visita de Estado 'histórica' à França

Ida de presidente cubano ao país europeu marca aprofundamento das relações políticas e econômicas da ilha

0

O Estado de S. Paulo

01 Fevereiro 2016 | 10h47

PARIS - O presidente de Cuba, Raúl Castro, foi recebido nesta segunda-feira, 1.º, com todas as honras na França no início de uma visita de Estado de dois dias que marca uma nova etapa no aprofundamento das relações políticas e econômicas.

A ministra de Ecologia francesa, Ségolène Royal, exerceu a função de primeira anfitriã na cerimônia realizada no Arco do Triunfo. O dirigente cubano chegou a Paris no sábado, mas sua agenda oficial começou nesta segunda, dia em que está prevista uma reunião à tarde no Palácio do Eliseu e um jantar de Estado com o presidente francês, François Hollande.

Essa é a primeira viagem de um líder cubano à França desde a feita por Fidel Castro em 1995, durante a presidência de François Mitterrand, e é uma resposta à visita de Hollande à ilha em maio de 2015. 

Hollande foi o primeiro presidente ocidental a ir a Cuba após o acordo assinado com os Estados Unidos para a normalização das relações (relembre no vídeo abaixo).

Autoridades francesas qualificaram de histórica a visita de hoje, que tem um marcado conteúdo econômico após o recente acordo multilateral entre o país caribenho e o Clube de Paris, que renegociou uma dívida de US$ 11 bilhões. Esse pacto, assinado em dezembro, abriu a porta ao retorno de investimentos estrangeiros à ilha, e a França prevê reutilizar parte da dívida cubana pendente em programas de desenvolvimento conjuntos.

Em Cuba já operam empresas como Accor, Bouygues, Alstom, Air France e Alcatel-Lucent, mas o volume dos intercâmbios comerciais ainda não está à altura das expectativas francesas, segundo reconheceu seu ministro do Comércio Exterior, Matthias Fekl.

Um encontro na terça-feira da delegação cubana com empresários franceses na Medef servirá para explorar as oportunidades de negócio no país caribenho. Raúl terá reuniões com o primeiro-ministro Manuel Valls, os presidentes das duas câmaras parlamentares e a prefeita parisiense, Anne Hidalgo, e visitará o Museu do Homem. /EFE

Comentários