Omar Haj Kadour / AFP
Omar Haj Kadour / AFP

Rebeldes sírios derrubam caça russo e matam o piloto

Ministério da Defesa da Rússia confirmou a derrubada da aeronave Su-25 e disse que o militar foi morto na luta contra 'terroristas'

O Estado de S.Paulo

03 Fevereiro 2018 | 17h33

BEIRUTE  - Militantes ligados à Al-Qaeda na Síria derrubaram um caça russo e mataram seu piloto depois que ele se ejetou do avião e pousou no solo na província de Idleb, no noroeste do país no sábado, 3. O piloto resistiu ao ser capturado e atirou contra os militantes, que depois atiraram de volta e o mataram, de acordo com um dos rebeldes e com informações de grupos de monitoramento. O Ministério da Defesa da Rússia confirmou a derrubada do Su-25 e disse que o piloto foi morto na luta contra "terroristas".

+ Livro-reportagem narra história de amor na Guerra da Síria

Segundo reportagem da TV Zvezda, do ministério de Defesa russo, a informação preliminar era de que o avião foi atingido por um míssil portátil terra-ar em uma área sob controle do braço da Al-Qaeda na Síria. O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, grupo com sede no Reino Unido, informou que o avião foi derrubado no sábado à tarde, perto da cidade rebelde de Saraqeb, que as tropas sírias tentavam tomar sob a cobertura de ataques aéreos russos.

A Rússia é um aliado importante do presidente Bashar al-Assad e vem realizando uma campanha militar em nome de suas forças desde 2015. Desde então, as tropas sírias capturaram grande parte do país e nas últimas semanas estão fazendo avanços em Idleb. A província também é uma base para o braço da Al-Qaeda na Síria e outros grupos islâmicos.

+ Em plena guerra, Síria se aproxima da Copa do Mundo e faz festa

Um militante sírio na área disse que o piloto russo foi baleado e morto quando resistiu à captura. O piloto abriu fogo enquanto os rebeldes tentavam capturá-lo, disse o militante, que pediu para não ser identificado porque não estava autorizado a falar com a mídia.

No início do dia, o observatório e o braço de mídia de militantes ligados à Al-Qaeda relataram intensos ataques aéreos em Idleb. O observatório reportou mais de 35 ataques aéreos em Saraqeb desde sexta-feira, acrescentando que muitos de seus moradores estão fugindo. 

A Agência de Notícias Ibaa, do Comitê de Libertação Levant, ligado à Al-Qaeda, disse que aviões de guerra e helicópteros russos e sírios disararam contra Saraqeb e a aldeia de Tel Mardeekh em Idleb desde as primeiras horas do sábado.

A agência de notícias estatal da Síria, Sana, informou que as tropas sírias capturaram a aldeia de Maasaran, bem como a colina de Tel-Tokan, cortando as ligações entre Saraqeb e o reduto rebelde de Maarest al-Numan.

Enquanto isso, no sábado ocorreram confrontos de tropas turcas e combatentes da oposição síria aliados contra uma milícia curda síria no enclave de Afrin. O Exército turco disse que dois de seus soldados foram mortos na Síria e um terceiro foi morto no lado turco da fronteira em um ataque realizado por milicianos curdos sírios. AP 

Mais conteúdo sobre:
Síria [Ásia] Rússia Bashar Assad

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.