Responsável por ataque em Madri deixou prisão por erro

O suposto dirigente do grupo que realizou os ataques com bombas contra o sistema ferroviário de Madri saiu da prisão em 2002 devido a um erro administrativo. O argelino Allekema Lamari, identificado entre os sete suspeitos que explodiram a si mesmos no ataque ao metrô, esteve na prisão em 1997, sob a suspeita de pertencer a um grupo terrorista da Argélia.

Agencia Estado,

21 Outubro 2004 | 09h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.