REUTERS/Siphiwe Sibeko
REUTERS/Siphiwe Sibeko

Rival de Zuma é eleito novo líder do CNA na África do Sul

Cyril Ramaphosa denunciou casos de corrupção contra Zuma e prometeu estimular a economia do país

O Estado de S.Paulo

18 Dezembro 2017 | 16h29

JOHANESBURGO - O vice-presidente sul-africano Cyril Ramaphosa foi eleito nesta segunda-feira, 18, como novo líder do governista partido Congresso Nacional Africano (CNA), no poder desde 1994,  a dois anos de eleições consideradas cruciais para o futuro do país.

+ Presidente da África do Sul deixa liderança de seu partido

Ramaphosa, que sucede o chefe de Estado Jacob Zuma no comando do CNA, conseguiu 2.440 votos contra 2.261 para a ex-esposa de Zuma, Nkosazana Dlamin Zuma.

A eleição começou no domingo à noite, seguiu madrugada adentro até a manhã desta segunda-feira, sem incidentes.Durante a campanha, Cyril Ramaphosa, de 65, um ex-empresário que tem o apoio do setor econômico, denunciou casos de corrupção contra Zuma e prometeu estimular a economia do país. Seus críticos garantem, porém, que ele defende apenas os interesses das classes mais abastadas.

+Odebrecht leva calote na África e Brasil paga a conta

Mais de 25 anos depois do fim do regime de segregação racial do apartheid, milhares de sul-africanos continuam vivendo na pobreza. /AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.