1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Rússia: ambições da Ucrânia na Otan ameaçam paz

Estadão Conteúdo

04 Setembro 2014 | 10h 17

Kiev aprovou ontem um projeto de lei que permite ao país se juntar a blocos militar

Alexander Nemenov/Reuters
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou nesta quinta-feira que os esforços da Ucrânia para se juntar à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) estão colocando em risco as tentativas para um cessar-fogo entre Kiev e separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia.

Enquanto os líderes mundiais se reúnem no Reino Unido para a cúpula da Otan, que deverá discutir a crise na Ucrânia, Lavrov advertiu o Ocidente a não apoiar o desejo de Kiev de estreitar as relações com a organização.

"É necessário coibir tais tentativas. Parem de provocar tais abordagens a partir do exterior e trabalhem juntos para o mesmo objetivo, que é assegurar a unidade nacional na Ucrânia", disse Lavrov.

O governo da Ucrânia aprovou ontem um projeto de lei que permite ao país se juntar blocos militares. A Rússia considera ambições da Ucrânia na Otan uma ameaça aos seus interesses.

"Esta é uma tentativa de inviabilizar todos os esforços para organizar um diálogo com o objetivo de garantir a segurança nacional", disse Lavrov em uma reunião com o secretário-geral do Conselho da Europa, o norueguês Thorbjørn Jagland. Fonte: Dow Jones Newswires.