Sátira a Berlusconi leva ministro a boicotar Cannes

O ministro de Cultura da Itália, Sandro Bondi, afirmou que vai boicotar o Festival Internacional de Cinema de Cannes em protesto contra a exibição de um filme que satiriza o premiê italiano, Silvio Berlusconi, e seus esforços para ajudar os sobreviventes do terremoto ocorrido no ano passado. O documentário "Draquila" é de autoria da comediante Sabina Guzzanti.

AE-AP, Agência Estado

08 Maio 2010 | 16h55

Os esforços do governo para construir casas para milhares de desabrigados do terremoto na cidade de L''Aquila é considerado um ponto de orgulho do premiê. Bondi disse neste sábado em um comunicado que não irá comparecer ao evento porque o filme, que será exibido em uma sessão paralela à competição, ofende o povo italiano.

Contudo, a agência de notícias italiana Apcom citou Flavia Perina, membro da Comissão Parlamentar de Cultura, dizendo que o boicote pode dar ao documentário ainda mais publicidade. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Cannes Berlusconi Bondi Draquila

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.