Seção eleitoral afegã sofre ataque na véspera da eleição

Homens armados atacaram uma seção eleitoral em um campo de refugiados no noroeste do Paquistão na véspera da votação para presidente do Afeganistão. Um policial ficou ferido, informam as autoridades. O ataque foi a primeira crise e segurança durante o período imediatamente anterior ao pleito. Cerca de 740.000 refugiados estão alistados para votar. Os agressores, não-identificados, jogaram granadas e dispararam tiros de rifle contra a seção, montada numa escola para meninas no campo de refugiados de Baghbanan, na periferia de Peshawar, por volta das 22h00 (hora local), diz Abid Ali Khan, superintendente de polícia. Os policiais destacados para proteger o campo responderam ao fogo e os agressores fugiram. Khan diz que o caso está sendo investigado e a segurança foi reforçada. Nas últimas semanas, os funcionários destacados para trabalhar nas eleições vêm recebendo ameaças, e cartas que circulam pelos campos de refugiados advertem a população a não votar.

Agencia Estado,

08 Outubro 2004 | 17h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.