Segurança nos EUA entra em alerta máximo

De laboratórios nucleares a portos marítimos, todos os serviços de segurança dos EUA estão reforçando suas atividades contra uma possível vingança terrorista pelos bombardeios contra o Afeganistão. Deputados e senadores foram aconselçhados a não usarem seus crachás fora do Congresso. A Guarda Costeira mobilizou o maior efetivo já visto desde a II Guerra Mundial, e o FBI pediu que as forças policiais locais de todo o país adotassem o maior nível de alerta possível. Planos para que o vice-presidente Dick Cheney empossasse Tom Ridge como secretário de Segurança Onterna foram abandonados, permitindo que Cheney permaneça em local seguro e não-revelado. O juiz Clarence Thomas, da Suprema Corte, tomou o juramento de Ridge. Leia o especial

Agencia Estado,

08 Outubro 2001 | 15h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.