Seis militantes morrem em combate ao Taleban

Pelo menos seis militantes morreram durante combate com forças de segurança do Paquistão em um foco de resistência Taleban na região montanhosa da fronteira com o Afeganistão, enquanto vários ficaram feridos, disseram oficiais do Paquistão. Os militantes sequestraram e mataram um proeminente ativista pró-governo em uma outra área tribal, região em que o governo afirma ter obtido quase que controle total.

AE-AP, Agencia Estado

01 Novembro 2009 | 13h25

O sequestro ocorreu ontem à noite na cidade de Khar, a maior região tribal em Bajur, após um grupo de cerca de 60 militantes entrar na residência de Jahangir Khan, afirmou um oficial da cidade. "O corpo perfurado por balas de Jahangir Khan foi encontrado a um quilômetro da cidade, com as pernas e as mãos amarradas por cordas", afirmou. O mesmo grupo sequestrou um dos mais poderosos proprietários de terras da cidade, com seu filho, seu neto e outro parente.

Militantes também explodiram uma escola de meninas na região tribal de Khyber, em mais uma demonstração da campanha do Taleban contra a educação moderna. O guarda da escola e três pessoas ficaram feridas no ataque.

O poder do Taleban cresceu nos últimos anos na região de Waziristan. Acredita-se que Osama bin Laden e seus principais auxiliares do Al-Qaeda também estão escondidos na fronteira. Os dois grupos criaram ligações com grupos militantes islâmicos paquistaneses, acusados de atentados a bomba em outras partes do país, incluindo a província de Punjab.

Mais conteúdo sobre:
Paquistão Afeganistão Taleban morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.