Kevin Lamarque/ Reuters
Kevin Lamarque/ Reuters

Senador defende ações mais duras contra a Coreia do Norte

Para John McCain, o líder Kim Jong Un precisa saber que atos agressivos poderão causar a extinção de seu país

Das agências de notícias, O Estado de S.Paulo

10 Setembro 2017 | 16h59

WASHINGTON - O senador John McCain afirmou que os EUA precisam intensificar ações contra a Coreia do Norte e enviar uma mensagem ao líder Kim Jong Un de que atos agressivos levarão à destruição de seu país.

O presidente da comissão de Serviços Armados do Senado concedeu entrevista à rede de TV CNN. McCain diz que Kim precisa saber que "se ele age de forma agressiva, o preço será a extinção".

O senador do Arizona diz que os EUA devem fornecer mísseis defensivos à Coreia do Sul e continuar trabalhando com a China para "colocar os freios em Kim Jong Un" e em seus esforços para desenvolver armas nucleares. McCain enfatizou a necessidade de fortalecer os laços com aliados como Japão e da Coreia do Sul. /Associated Press

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.