Sérvia lembra 13 anos de ataque da Otan

Belgrado, 24 - A Sérvia lembra hoje o 13º aniversário da campanha de ataque da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que interrompeu o ofensiva do país ao Kosovo e que muitos sérvios afirmam ter sido injustificada.

Agência Estado

24 Março 2012 | 11h35

Os nacionalistas estão usando o evento deste sábado para alimentar o sentimento de aversão ao Ocidente, enquanto os liberais alertam que pouco foi feito para deixar para trás o passado de guerra da Sérvia, apesar de o país estar tentando entrar para a União Europeia.

O presidente sérvio, Boris Tadic, e outras figuras públicas participaram de cerimônias em honra às pessoas que foram mortas pela ofensiva da Otan, que encerrou o período de domínio da Sérvia sobre o Kosovo. Os 78 dias de bombardeios deixaram destruída boa parte da infraestrutura do país. As informações são da Associated Press. (Equipe AE)

Mais conteúdo sobre:
Sérvia Kosovo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.